12 fevereiro 2018

Resenha: La Duquesa del amor - Sally MacKenzie Série A Duquesa do amor #0,5


Autor: Sally MacKenzie
Páginas: 111
Ano: 2014
Editora: Libros de Seda
Gênero: Romance de época
Nota: 5/5
SINOPSE


Era un día muy caluroso y a Venus Collingswood le apetecía darse un baño en el estanque pero no quería que se le mojara el vestido. Total, ninguno de los habitantes del pequeño Little Huffington iba a pasar por ahí. Además, ese era el entorno perfecto donde pergeñar un plan para que su hermana Afrodita, un ratón de biblioteca, conociera y se enamorara del nuevo duque de Greycliffe, que llegaría a tomar posesión de sus tierras dentro de una semana.Andrew Valentine, duque de Greycliffe, jamás se imaginó que llegar una semana antes de lo previsto a su casa levantara tanto revuelo. El ama de llaves le confunde con su primo. En realidad, tener la oportunidad de no ser duque por un tiempo le apetece.Puede servirle para interrogar a la encantadora y pequeña ninfa a la que ha descubierto nadando en su estanque… eso si es capaz de articular una sola palabra.


Olá amantes de romance de época, tudo bom?
A dica de leitura de hoje é para quem gosta de ler livros em Espanhol ou em Inglês, pois esse livro não tem tradução aqui para o Brasil. Mas é uma delicia de leitura e vale muito a pena conferir.
"La Duquesa del amor" é um prequel de uma série com o mesmo título e por ser um livro introdutório ele é bem curtinho e rapidinho de ser lido.
Nele nós vamos conhecer a Vênus Collingswood filha mais nova do pároco da pequena cidade de Little Huffington. Ela era diferente dos demais membros de sua família, todos muito eruditos e entendedores de Latim, enquanto ela era uma jovem simples que acreditava no amor.
Sua irmã mais velha Afrodite, era assim como os pais uma estudiosa de Latim, vivia com a cara enfiada nos livros e já estava passando da hora de casar. Era muito bonita, mas não se preocupava com casamento, nem seus pais incentivavam a filha para que encontrasse um marido.
Além disso, na cidade onde viviam sequer tinha bons partidos. Vênus pensava que o mais certo seria que a irmã fosse para Londres, onde sua beleza poderia ser verdadeiramente apreciada, mas os pais nem sequer ligavam para essa possibilidade.
Vênus não queria ver sua irmã murchar e secar como as páginas dos velhos livros de Latim que ela lia, por isso tomou para si a incumbência de achar um bom pretendente à mão dela. 
É realmente tocante ver o quanto ela ama a irmã e lhe deseja uma vida diferente.
Quando soube da noticia que o Duque de Greycliffe, novo proprietário das terras vizinhas, e o seu primo viriam em breve para a pequena cidade, as esperanças de Vênus se multiplicaram. Afinal, nobres eram sempre bons partidos e na pior da hipóteses se o Duque fosse um velho decrépito, ainda assim ele teria bastante influência em Londres, uma amizade com ele só iria beneficiar.
Nossa mocinha é  um tanto quanto persistente em conseguir aquilo que deseja e mesmo Afrodite não se importando com seu futuro, Vênus se importava porque queria o melhor para a irmã. 
A vida em Little Huffington podia ser um tanto monótona, pois não havia muito o que fazer nem com quem conversar, nem lojas bonitas para passear. A Unica diversão de Vênus era passear na propriedade vizinha, que agora pertencia ao Duque de Greycliffe. O antigo proprietário não se importava que Vênus levasse seu cãozinho Archer para passear na propriedade ou banhar-se no lago, mas o novo proprietário poderia não gostar. 
Porém o Duque só chegaria na semana seguinte, então ela teria tempo de se despedir do lago onde ela e a imã aprenderam a nadar quando eram pequenas. Não faria mal algum dar um ultimo mergulho no lago, ninguém a veria, ao menos foi o que pensou.
Quando  o jovem Andrew Valentine, Duque de Greycliffe antecipa sua viagem e resolve conhecer a propriedade que herdou, ele não pensou  sequer remotamente que veria uma bela ninfa tomando banho nua no seu lago.
Drew e Afrodite se conhecem de uma maneira não muito convencional, pois ambos tiveram a mesma ideia de tomar banho nus no lago, sem prever que teriam companhia é claro!  Mas a situação é hilária e rende boas gargalhadas para nós leitoras.
Após ser flagrada nessa situação comprometedora pelo jovem belo e educado, Vênus supôs que aquele era o tal primo do Duque. E apesar da saia justa que enfrentou com o sr. Valentine, como ela assim supôs que fossem,  logo tomou as rédeas da situação ao seu favor, ou melhor, em favor da irmã.
"Debía de estar muerta y haber subido al cielo. El hombre que lá miraba solo podía ser um arcángel. Tenía unos ojos azules impresionantes, claros como el estanque en un día despejado de verano ..."
Andrew não estava acostumado a ser tratado sem toda a pompa e reverência que seu titulo impunha, por isso quando a bela garota do lago achou que ele fosse apenas o Sr. Velentine, primo do Duque e não o próprio Duque, ele não desmentiu.
Deixou que ela pensasse que ele era apenas o Sr. Valentine, o que não deixava de ser verdade, porque esse era o seu sobrenome, mas também não deixava de ser uma mentira. 
Na realidade ele se sentiu bem com o tratamento informal e resolveu levar a farsa a diante.
Andrew havia herdado o título quando ainda era um menino e viu sua vida mudar a partir de então. Ainda era muito jovem com apenas 21 anos de idade, o Duque mais jovem que eu conheci nos romances de época, aliás esse casal é bem mais jovem dos que estamos acostumadas a ver nos romances.
Vênus o tratava como um homem normal e o fazia se sentir diferente, pensar que poderia esquecer quem era e ser qualquer outra pessoa com ela.
Mas como diz aquele velho ditado: A mentira tem perna curta...
"Había algo en ella que hacía que perdiera el sentido. No era solo su belleza; había visto muchas mujeres bellas en Londrres. Era su carácter, su determinación y lo afilado de su lengua. Cuando estaba con ella, se sentía vivo ..."

Pensa em um livrinho gostozinho de ler, leve e perfeito para dar umas boas gargalhadas e sentir aquela aconchegante sensação de conforto que os romances de época são capazes de nos proporcionar, esse livro é assim.
A Vênus é uma mocinha completamente encantadora,altruísta e leal, do tipo que faz a gente torcer para que tudo dê certo para ela. 
O Andrew também é um fofo, rolei de rir em diversas cenas com esse casal maravilhoso. Além disso, tem o Archer um cachorrinho que é pura fofura <3
Nós também vamos acompanhar o romance paralelo ente Afrodite e o verdadeiro Sr. Valentine e torcer para o casal.
Sem duvida esse é um romance apaixonante, romântico, divertido e sensual na medida certa.
Estou louca para ler os outros livro da série e ver a Vênus continuar dando uma de cupido e fazer jus ao nome da deusa do amor.

Confira e compre na Amazon

Nenhum comentário:

Postar um comentário