18 março 2018

Resenha: A meio passo do paraíso - Susan Wiggs

Autor: Susan Wiggs
Páginas: 314
Ano: 2003
Editora:  Harlequin Books
Gênero: Romance de época
Compre: Em sebos, baixe o e-book na internet  ou leia em Inglês na Amazon.
Nota: 5 ❤
Sinopse

Washington, século XIX
Um homem que se diz incapaz de amar e uma mulher que acredita alcançar as estrelas não formariam um casal perfeito?
Durante um baile de gala na Casa Branca, Abigail Cabot, descobre o homem de seus sonhos. Só que ele não está interessado...Então, a talentosa astrônoma, cuja paixão pelas estrelas encobre a total falta de traquejo social, encontra alguém para “educá-la” ...alguém que é um mestre na arte da sedução e que, inesperadamente, a faria mudar de idéia quanto ao homem que deseja! A bela aparência e o carisma de Jamie Calhoun o tornaram tão popular no senado quanto entre as mulheres atraentes da capital. Em princípio, a amizade com Abigail significava um meio para atingir ambições políticas. Contudo, algo aconteceu, e agora Jamie anseia por tê-la não somente como amiga mas também como mulher!
Sabe aquele tipo de romance de época que a gente pega para ler e nem vê o tempo passar? Aquela história tão envolvente, tão perfeita, que todos os personagens são incríveis e únicos? 
"A meio passo do paraíso" da autora Susan Wiggs é esse tipo de livro. Um romance delicioso que aquece o nosso coração durante a leitura, e depois, a gente fica pensando se algum dia encontraremos outro livro igual, que desperte tanto os nossos sentimentos e que seja tão maravilhoso.
Esse livro é uma releitura para mim, foi um dos primeiros romances de época que li e que me fez apaixonar pelo gênero. A primeira vez que li ele foi no exemplar físico, no formato de romance de banca, mas naquela época eu não tinha apego aos livros, lia e logo trocava por outros. Não sabe como me arrependo disso kkk, porque hoje em dia é muito difícil encontrar esse livro, já que a editora fechou há alguns anos e esses livros só podem ser encontrados em sebos, baixados nos sites da internet, ou em inglês na Amazon.
Fica registrado aqui o meu apelo para que as editoras comprem os direitos desse livro e o publique novamente. Será um sucessos de vendas, garanto kkk.
Mas deixe-me contar do que se trata a história.
Nesse livro nós vamos conhecer a doce e inteligente Abigail Cabot, filha de um Senador de Whashington, um homem bastante importante no meio político. Ela perdeu a mãe durante o seu parto, uma culpa que ela carrega no seu coraçãozinho, desde então vive com o pai e com a irmã mais velha, Helena.
Helena é uma beldade estonteante do tipo que todo o home deseja, mas Abigail não herdou nadinha da beleza da mãe ou da irmã. De fato, era uma garota desajeitada, considerada sem atrativos e na pior das hipóteses feia. Como se não bastasse ser naturalmente sem graça, enquanto a irmã era linda (e todos inevitavelmente comparava a aparência de ambas), Abby também tinha o pé defeituoso, algo que ela tentava a todo custo esconder com as botas ortopédicas.
E não para por aí, ela também é alérgica à flores... O livro inicia com uma cena super catastrófica  dela em um incidente com o buquê da noiva e isso faz com que a gente se aproxime ainda mais da personagem. Ela se torna aquele tipo de mocinha que queremos dar um abraço e falar que vai ficar tudo bem.
Fora esses pormenores da aparência de Abby, posso dizer que ela é bastante inteligente, acima da média, aliás. Ela é uma astrônoma renomada, com diversos artigos publicados, pesquisas realizadas e muita relevância no meio acadêmico.
Ela era apaixonada pelo céu, pelas estrelas e por toda a imensidão celeste.
A pesar de Helena ser a mais bela das irmãs, as duas tem uma relação muito linda de amizade e cumplicidade. Helena vive se gabando da inteligência da irmã e inclusive se acha bastante inferior a ela nesse quesito, o que nos faz amar também a Helena e torcer para ter uma história só dela. Já nesse livro podemos ver os vislumbres da história de amor da Helena, o que me deixa morrendo de curiosidade para lê-la.
Do outro lado da narrativa nós somos apresentadas Jamie Calhoun um jovem cheio de ambições políticas. 
Jamie é belo, irresistível, sedutor, divertido, leal... e um monte de outros adjetivos kkkk. Mas também é misterioso, esconde alguns segredos do passado que vive atormentando-o.
Logo nos primeiros capítulos percebemos que ele carrega um sentimento de culpa muito grande, mas não sabemos logo de cara a razão para isso.
Ele está disposto a tudo para ser eleito e prosseguir com sua carreira política, até mesmo dormir com a irmã do presidente ou seduzir a filha do senador.
Quando ele conhece Abigail vê a oportunidade que estava precisando para alavancar sua campanha, a final ela era filha do senador Cabot e cair nas graças do senador era a melhor coisa que poderia acontecer com ele.
 Jamie  se equivocou ao julgar Abby pela aparência, achou que ela por uma garota com poucos atrativos certamente seria bobinha e carente de atenção, mas ela não era nada disso. Era muito inteligente, e não seria facilmente seduzida, até porque ela sabia que um homem lindo como Jamie jamais se interessaria por uma jovem sem atrativos como ela.
Mas o nosso mocinho é persistente, tinha encontrado sua galinha dos ovos de ouro, a solução para seus problemas e não ia abrir mão assim tão fácil. Então ele logo vê os olhares apaixonados que ela lança para o Tenente Butler, e como esse a ignora completamente e só tem olhos para a bela Helena, era a sua chance de intervir na questão. Então ele propõe um acordo para Abby, ele iria fazer com que o tenente a notasse e em contrapartida ela facilitaria o caminho para o Senador.
Abby sabia que se associar com Jamie traria muitas dores de cabeça, principalmente com ele morando tão perto e interferindo em sua rotina. A principio os dois não vão muito com a cara um do outro, mas depois começam a enxergar as qualidades e não somente os defeitos. 
Nesse romance o amor surge aos poucos, com passos lentos e ambos demoram bastante para dar conta do que estava acontecendo.
Diferentemente dos outros livros estilo "Patinho feio" em que as personagens se odeiam e do nada surge uma atração mágica entre ambos, nesse tudo aparece muito sutilmente, com a convivência.
Abby começa a notar que Jamie não é somente um libertino ambicioso, passa a enxergar sua doçura, a perceber que o seu cinismo mascarado de humor nada mais era que uma defesa, uma armadura que ele utilizava para que as pessoas não soubesse como ele realmente sofria por dentro.
E Jamie não demora a perceber o quanto a Abby é maravilhosa, inteligente, sagaz, apaixonada por aquilo que faz, companheira, amiga, confidente e até mesmo linda... Não uma beleza convencional, mas uma beleza que vem de dentro e reflete por fora.
Não me canso de dizer o quanto esse livro é realmente lindo, romântico e fofo, muuuuito divertido e encantador. Se você gosta de romance de época que arranca suspiros e deixa o coração mais leve, com certeza você vai amar esse livro.
Pode anotar essa dica e ler sem medo de ser feliz. Eu garanto que você vai amar.
Esse livro é simplesmente P-E-R-F-E-I-T-O. Ficaria melhor ainda com uma edição mega caprichada.

Alguns quotes da obra


Nenhum comentário:

Postar um comentário