28 maio 2018

#DicaDeLeitura "A Marquesa" - Nahra Mestre + SORTEIO de marcadores

Olá Ladys.
Hoje tem dica de romance de época de uma autora nacional, o livro da vez é “A Marquesa” da autora Nahra Mestres. Primeiro volume da série Damas perfeitas.
Comecei a lê-lo esses dias, despretensiosamente como quem não quer nada, e me apaixonei pela escrita, pelos personagens e a ambientação do romance.
Nesse livro nós temos uma história que vai além do romance fofo, que eu adoro também, traz personagens fortes e muito cativantes e um contexto muito bom.
“Conservar uma postura socialmente aceita era enfadonho, um conjunto de regras ridículas que faziam as pessoas esconderem a própria identidade.”
Thomas é o filho mais velho de um Marquês, e como tal vê sobre seus ombros um fardo enorme, seria o herdeiro do título e das funções do pai no Parlamento. Acontece que as ideias política de Thomas são completamente diferentes das do pai.
Para piorar tudo o pai de Thomas acaba lhe impondo um casamento arranjado, ele estava prometido à sua prima Sarah Granville, que mal saíra dos coeiros. Quando o compromisso foi selado Thomas era um rapaz de vinte e pouquinhos anos, enquanto Sarah era ainda uma adolescente de 13 anos.
O Casamento também não estava nos planos de Sarah para o futuro, que apesar da sua pouca idade já era uma mulher à frente do seu tempo, tinhas aspirações políticas, queria ser parlamentarista. Alguns anos se passaram e ela percebeu que seu sonho era algo impossível, mas já que o futuro marido ocuparia o seu tão desejado cargo, ela daria o seu melhor para ajudá-lo nessa carreira.
“Nunca se imaginara casada. Tinha consciência de que nunca poderia ter uma carreia política, era uma mulher, mas gostava de se imaginar no parlamento. Naquela tarde seus sonhos foram esmagados por uma realidade cruel da sociedade inglesa; “devo me casar e me tornar uma égua parideira”. Pelo menos se casaria com um futuro parlamentar, talvez Thomas permitisse que ela o ajudasse em sua carreira.”
Nós sabemos que naquela época, século XIX, a única forma da mulher conseguir ser alguma coisa na política era por meio de seus maridos. De fato, a história nos mostra que por trás de um grande homem sempre tinha uma mulher, pensando, arquitetando planos executando ( por baixo dos panos). Mas eram os homens que colhiam os louros, o crédito era todo deles. Isso é muito triste, mas é algo que sempre aconteceu, e ainda nos dias atuais acontece.
Então, eu estou gostando muito dessa leitura, que além de muito fluida e gostosa, tráz essa temática de mulher forte, que deseja ocupar um lugar que naquele tempo era só privilégio dos homens.
Fica a dica de leitura para vocês, espero que desfrutem. Resenha em breve!
O romance está disponível em e-book na Amazon pelo Kindle Unlimited e o físico está em pré-venda no site da Editora Portal.

A autora entrou em contato comigo e me enviou vários marcadores desse, e de seus outros livros, então eu preparei um sorteio com alguns deles. Você pode participar lá no nosso Instagran, basta deixar um comentário, curtir a foto e estar seguindo o IG. No dia 03/06 farei o sorteio de um comentário dessa foto.
 “O amor é traiçoeiro, David. Um sentimento egoísta que amaldiçoa as pessoas.”

2 comentários:

  1. Mary!
    Participo e sairá divulgação no blog.
    Rudynalva Correia Soares
    rudynalva@yahoo.com.br
    Maravilhosa semana!
    “O meu objetivo é colocar no papel aquilo que vejo e aquilo que sinto da mais simples e melhor maneira.. “(Ernest Hemingway)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Rudy.
      Obrigada pela visita, boa sorte no sorteio.

      Excluir